Arnoldo Santos
Direto de Manaus

Pelo menos 400 estudantes, inscritos no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) em Manaus, pedem o cancelamento das provas realizadas na capital. Ainda não há uma estimativa oficial, mas em vários locais de prova, houve confusão.

O maior motivo alegado pelos candidatos que perderam a prova foi a confusão causada com os horários de Manaus e Brasília. A capital amazonense não está cumprindo o horário de verão, por isso está duas horas a menos em relação ao horário de Brasília.

Centenas de estudantes fecharam a avenida Recife, zona centro-oeste de Manaus, protestando porque não puderam entrar nas salas da Universidade Paulista, um dos locais de prova. Temos mais de 400 pessoas que não conseguiram fazer a prova e assinaram um abaixo-assinado. Nós queremos que cancelem o enem, disse o estudante Gerson Feitosa, um dos que não conseguiram fazer o exame.

A coordenação do Enem no Amazonas não informou ainda que providências serão tomadas. Estamos fazendo o levantamento para ver o a estatística dos faltosos, mas ainda não temos conhecimento oficial do pedido de cancelamento do exame, disse o coordenador do Enem, Jeordane Andrade.

Em todo o Amazonas, 120 mil pessoas se inscreveram para prestar o Enem nos 61 municípios do interior e mais a capital, Manaus.

Uma palavra depois da outra


Crônicas para divulgação científica

Em 23 de Outubro de 2017, chegamos a 5052 downloads deste livro. 


:: Baixar o e-book para ler em seu Macintosh ou iPad
:: Baixar PDF


Novos Livros

Perfil

Nasci no remoto ano de 1945, em São Lourenço, encantadora estação de águas no sul de Minas, aonde Manuel Bandeira e outros doentes iam veranear em busca dos bons ares e águas minerais, que lhes pudessem restituir a saúde.

Leia Mais

Publicações

Do Campo para a cidade

Acesse:

 

Pesquisar