A Brasília que não lê

Quem são esses brasileiros analfabetos residentes no DF?

Leia Mais

Projeto Leitura

O Projeto Leitura, tem como objetivo vencer um dos maiores desafios encontrados pelos professores e amantes da literatura: Criar o hábito da leitura.

Leia Mais

Projeto LEF

Projeto LEF Confira artigos, trabalhos, Vídeos, Fotos, projetos na seção do Letramento no Ensino Fundamental.

Leia Mais

Afinal, o que é ser bilíngue?

 
 
 

Cientes do papel determinante do inglês na carreira dos filhos e bombardeados por propagandas de escolas bilíngues, algumas de fato e outras não, as famílias estão confusas. Afinal, o que é ser bilíngue? Para meu filho ser bilíngue, ele precisa estudar em uma escola bilíngue ou internacional?

Linguistas hoje defendem que não é necessário ter a mesma fluência nas duas línguas para ser bilíngue. Afinal, se o falante é capaz de atingir os seus objetivos comunicativos na língua estrangeira, por que não o considerar bilíngue? Nos 31 anos como professora e gestora acadêmica de uma instituição de ensino de inglês, vi alunos de diversas faixas etárias completarem seus cursos e atingirem um alto nível de proficiência na língua, que lhes possibilitou estudar nas melhores universidades do mundo ou trabalhar em empresas estrangeiras e organismos internacionais. Vi também alunos de escolas bilíngues ou internacionais, bem como pessoas que aprenderam inglês no exterior, atingirem os mesmos objetivos.

Há uma série de caminhos que levam à proficiência na língua inglesa, e não um só, como tem sido alardeado por aí. Nesse rol de opções, estão os cursos de inglês que, em sua maioria, ensinam o inglês do dia-a-dia, em uma carga horária que varia de duas a quatro horas por semana. Há também as escolas bilíngues, que ensinam uma parte dos conteúdos em inglês e outra parte em português, e seguem o currículo brasileiro. Vejam que as escolas bilíngues não ensinam inglês. Elas ensinam “em” inglês. Estender a carga horária da disciplina Língua Inglesa não torna uma escola bilíngue. Já as escolas internacionais seguem um currículo internacional. Todo o conteúdo é ensinado em inglês, e há a disciplina Língua Portuguesa.

Uma novidade que tem sido oferecida por escolas que não são bilíngues nem internacionais, mas que querem incutir em seus alunos um mindset internacional e prepará-los para oportunidades acadêmicas em inglês, são os programas bilíngues.Tais programas têm carga horária mínima de seis horas-aula, podendo atingir até mais de dez horas, e o enfoque do ensino são conteúdos acadêmicos, tais como biologia, estudos sociais, artes, computação e matemática. Os alunos são divididos por séries, não por nível de proficiência, e o inglês é o meio de ensino, e não o conteúdo em si. Um bom programa bilíngue também enfoca o uso de várias tecnologias e o desenvolvimento das habilidades do século XXI e das competências socioemocionais. Trabalha-se com metodologias ativas e projetos significativos.

Há vários fatores que devem ser levados em conta na escolha dos pais. A proposta cabe no meu orçamento? Eu pretendo que meu filho faça uma graduação no Brasil ou fora? Se for aqui, deve estudar numa universidade concorrida? Com relação ao inglês, seja ele no curso de inglês, no programa bilíngue, na escola bilíngue ou na escola internacional, trata-se de um programa de qualidade, bem gerido e com professores altamente qualificados e proficientes na língua. No final das contas, é isso o que mais importa.

 

por Isabela Villas Boas para o Correio Braziliense (edição impressa veiculada em 01/01/2018)
Mestre em ensino de inglês como segunda língua pela Arizona State University e doutora em educação pela Universidade de Brasília e superintendente acadêmica da Casa Thomas Jefferson

Categoria pai: Seção - Blog

Pesquisar

A Odisseia Homero

Em 14 de Janeiro de 2018, chegamos a 317 downloads deste livro. 
:: Baixar PDF
:: Baixar o e-book para ler em seu Macintosh ou iPad

Uma palavra depois da outra


Crônicas para divulgação científica

Em 14 de Janeiro de 2018, chegamos a 5426 downloads deste livro.

:: Baixar o e-book para ler em seu Macintosh ou iPad
:: Baixar PDF


 

Novos Livros

Perfil

Nasci no remoto ano de 1945, em São Lourenço, encantadora estação de águas no sul de Minas, aonde Manuel Bandeira e outros doentes iam veranear em busca dos bons ares e águas minerais, que lhes pudessem restituir a saúde.

Leia Mais

Publicações

Do Campo para a cidade

Acesse: